Castelhano | Português
 
 

  Coaching

  Consultoria

  Assessoria

  Treinamento

.:Soluções

  Formas de Pg.

 

Soluções para pequenas e médias empresas

Todas as grandes empresas que passaram pelo “teste do tempo” (têm mais de 50 anos) já foram, em algum momento, empresas pequenas e médias.

Segundo estudos conduzidos no âmbito da Universidade de Stanford (*), ao longo de seis anos, aquelas empresas consideradas realmente excepcionais e visionárias (instituições líderes em seus setores, muito admiradas por outras empresas da área, com um longo registro de impactos significativos sobre o mundo à sua volta, e com uma incrivel capacidade de recuperação) nos ensinam, entre outras coisas, básicamente que:

• Poucas empresas visionárias começaram com uma grande idéia, algumas começaram sem nenhuma idéia específica e algumas até começaram com erros;

• Líderes visionários carismáticos não são necessários. Seus dirigentes procuravam dar as ferramentas, não impor as soluções;

• Deve-se buscar alcançar um conjunto de objetivos, dentre os quais ganhar dinheiro é apenas um – e não necessáriamente o principal;

• Não existe um conjunto “correto” de Valores Centrais. A variável crucial não é o conteúdo da ideologia de uma empresa, mas o quanto ela acredita na sua ideologia e a maneira como a empresa a vive, respira e expressa com consistência em tudo o que faz;

• Os Valores Centrais formam uma base sólida e não se deixam levar por tendências e modas passageiras. Em alguns casos permaneceram intactos por mais de cem anos;

• Elas não têm medo de se comprometer com Metas Audaciosas e as utilizam com sabedoria para estimular o progresso;

• Apenas aqueles que se “ajustam” muito bem com a ideologia central e os padrões exigentes de uma empresa visionária irão considerá-la um ótimo lugar para se trabalhar;

• Alguns dos melhores resultados decorrem de experiências, tentativas e erros, oportunismo e até acidentes. Deve-se tentar várias coisas e aplicar o que der certo;

• Deve-se estimular a adoção de práticas gerenciais desenvolvidas internamente;

• O sucesso e superar a concorrência não são a meta final, se concentram, em primeiro lugar em se superar;

• Adotam um ponto de vista paradoxal que permite que elas lutem para alcançar, ao mesmo tempo, objetivos aparentemente conflitantes (exigências de desempenho a curto prazo E investimento a longo prazo); e

• Estabelecer uma declaração de Visão pode ser uma etapa útil para tornar uma empresa visionária, mas é apenas uma das milhares de etapas de um processo infindável de expressão de suas características fundamentais.

(*) Adaptado de “Feitas para Durar – Práticas bem-sucedidas de empresas visionárias” de James C. Collins & Jerry I. Porras (Ed. Rocco)


Com essas idéias em mente, verifique os seus atuais problemas e as soluções que propomos para enfrentá-los.

Os Problemas
As Soluções
· Falta de foco;· Ausência de um conjunto de Valores Centrais;

· Ausência de um motivo fundamental pelo qual a organização existe, além de ganhar dinheiro;

· Necessidade de estabelecimento de uma Ideologia para a organização;

· Falta de entendimento do próprio Negócio e do Ambiente onde está inserido;

· Busca de alinhamento das ações e de sinergia.
· Identificação do Negócio; correta formulação da Missão e Visão;

· Identificação de Valores, Critérios e Fatores Críticos de Sucesso;

· Estabelecimento de Objetivos Estratégicos (longo prazo) desafiadores;

· Estabelecimento de um Diagnóstico Estratégico (pontos fortes e fracos da organização e oportunidades e ameaças do ambiente);

· Estabelecimento de Políticas, Estratégias e Metas coerentes com os Objetivos Estratégicos da organização;

· Curso de Planejamento Estratégico para Pequenas Empresas (três dias);

· Palestra: A Necessidade de Planejamento (noventa minutos).

· Falta de uma sistemática de Inteligência do Negócio;

· Estrutura de custos deficiente pela existência de processos que não agregam valor e geradores de desperdícios;

· Busca de excelência no fornecimento de produtos e prestação de serviços ao cliente;

· Busca de um melhor entendimento do próprio Negócio.

 

· Implantação de uma sistemática e a correspondente estrutura de Gestão do Conhecimento voltada para o Sistema (a organização);

·Estabelecimento de processos e acompanhamento de indicadores de qualidade e produtividade;

· Otimização de processos;

· Emprego de técnicas de Organização, Sistemas e Métodos (O, S & M);

· Curso de Planejamento Estratégico para Pequenas Empresas (três dias);

· Palestra: A Necessidade de Planejamento (noventa minutos).

· Falta de uma sistemática de Inteligência Competitiva;

· Busca de excelência no fornecimento de produtos e prestação de serviços ao cliente;

· Busca de um melhor entendimento do ambiente.

· Implantação de uma sistemática e a correspondente estrutura de Gestão do Conhecimento voltada para o Ambiente;

· Estabelecimento e acompanhamento de Variáveis Externas (políticas, econômicas, psicossociais, tecnológicas, ambientais) e das Estratégias dos Atores relevantes;

· Curso de Planejamento Estratégico para Pequenas Empresas (três dias);

· Palestra: A Necessidade de Planejamento (noventa minutos).

· Falta de um planejamento de curto e médio prazos;

· Falta de cultura e mentalidade de planejamento organizacional;

· Necessidade de motivação de equipes envolvidas em atividades de planejamento.

· Curso de Planejamento Estratégico para Pequenas Empresas (três dias);

· Curso de Gestão da Mudança Estratégica (três dias);

· Consultoria em Planejamento Estratégico (cerca de quatro meses);

· Estabelecimento de Planos de Negócio, e de Planos Setoriais decorrentes de um Plano Estratégico;

· Palestra: A Necessidade de Planejamento (noventa minutos).

· Falta de um planejamento de médio e longo prazos;

· Falta de cultura e mentalidade de planejamento organizacional;

· Necessidade de motivação de equipes envolvidas em atividades de planejamento.

· Curso de Planejamento Estratégico e Cenários Prospectivos (dois a cinco dias) (*);

· Curso de Planejamento Estratégico para Pequenas Empresas (três dias);

· Curso de Gestão da Mudança Estratégica (três dias);

· Consultoria em Planejamento Estratégico (cerca de oito meses);

· Estabelecimento de Planos de Negócio, e de Planos Setoriais decorrentes de um Plano Estratégico;

· Palestra: A Necessidade de Planejamento (noventa minutos).

· Falta de cultura e mentalidade de planejamento organizacional;

· Necessidade de motivação de equipes envolvidas em atividades de planejamento.

· Falta de cultura e mentalidade de planejamento pessoal;

· Dificuldades ou falta de motivação para se alcançar Objetivos e Metas pessoais;

· Existência de baixa auto-estima;

· Existência de crenças limitadoras.

· Coaching Centrado em Valores (cerca de seis meses);

· Curso de Planejamento Pessoal (um ou dois dias);

· Palestra: O Estabelecimento de Metas Pessoais (noventa minutos);

· Palestra: O Coaching Centrado em Valores (noventa minutos);

· Palestra: Introdução à Programação Neurolingüística – PNL (noventa minutos).

(*) Em parceria com a Brainstorming.

Conheça as nossas Atividades, Áreas de Atuação, Parcerias, e Formas de Pagamento.

 
 

...................................................................................................................................................

 

 
 
Fale Conosco

 
Envie uma mensagem instantânea.
*Campos obrigatórios

Assunto:
Nome*:
Telefone*:
E-mail*:
Mensagem:
 

Fale com a diretoria no telefone: (55) (21) 9853-8350

Envie um e-mail para: contato@fabricaabstrata.com.br
 
 
 

 
   
 
 
 
 
  fábrica abstrata planejamento, sistemas e design
fone: (55) (21) 9853-8350 - e-mail: contato@fabricaabstrata.com.br
rio de janeiro - rj - brasil
 
©2006 fábrica abstrata